Monitor LED é um aliado na crise energética

by

A tecnologia do Monitor LED diminui o consumo em 60%

O Monitor LED equipa quase todos os computadores desktop vendidos no Brasil no ano passado. Esses dados comprovam uma tendência de comportamento das pessoas e empresas, que começam a enxergar que aparelhos que gastam menos energia e ao mesmo mantém, ou até melhoram, o seu desemprenho são o melhor caminho. Nós podemos ver esta evolução em outras áreas também. A indústria automobilística, muito forte em nosso país, melhorou muito o conceito de seus carros nos últimos 20 anos.

Um carro popular de hoje, apesar de ter um preço supervalorizado que não combina com esse status de “popular”, ainda mais se se levar em conta que eles são a base da pirâmide de consumo de automóveis, eles rendem muito mais que seus modelos similares do passado. E dentro da área da informática, o Monitor LED é o que alia menor gasto e maior qualidade de imagem. É como se fosse o VW Gol, das telas.

A filosofia de desempenho e economia do Monitor LED combina com o atual cenário brasileiro, com a falta de chuvas. Como a nossa matriz energética basicamente depende da produção hidrelétrica, o que faz todo sentido levando-se em conta que temos a maior concentração de água doce e as maiores bacias hidrográficas do mundo, dependemos de certa estabilidade no tempo atmosférico, mesmo leves variações no clima, como um período mais longo sem o volume normal de precipitações pode gerar o caos. De acordo com especialistas no clima, essas oscilações são naturais, e os responsáveis pelas matrizes energéticas, devem estar atentos e se prevenir.

Para evitar apagões, o governo federal investiu ao longo dos últimos anos na construção de usinas termoelétricas, consideradas fontes sujas de energia, já que sua produção é baseada na queima de carvão mineral, altamente poluente. Outra opção seria a energia nuclear gerada nas duas unidades de Angra dos Reis, no sul do Estado do Rio de Janeiro, que no momento vê uma terceira usina em construção. Mesmo com essas medidas, ainda há risco, e diminuir o consumo, com equipamentos como o Monitor LED, é uma medida aconselhável, segundo especialistas.

Mas por que o Monitor LED é tão vantajoso? Há alguns anos, temos trocado as lâmpadas tradicionais, incandescentes, por modelos led, que são mais duráveis e ao mesmo tempo diminuem a conta de luz. O Monitor LED é uma evolução dos modelos de tela plana. Nele, uma série de diodos emissores de luz projetam a imagem em um painel de LCD. Este processo, ao mesmo tempo em que demanda menos energia que outras tecnologias, como as das TVs de plasma, oferece uma performance melhor, trazendo ao usuário mais nitidez e definição.

Hoje, cerca de 98% dos modelos de Monitor LED contam com uma qualidade de imagem Full HD, com resolução de 1920 x 1080. Pensando bem, o Monitor LED deixa o Gol no chinelo em termos de consumo/ desempenho.